Trilhos2

Pela janela passa uma profusão de verdes, amarelos, marrons, vermelhos.

A mancha do outono é limitada ao fundo pela linha branca dos alpes.

O ruído ritmado das rodas metálicas sobre os trilhos,

marca ao fundo o sacolejar e ranger do trem.

No ar, o aroma de fumo e o cantar arredondado de outra língua.

A incursão solitária pelo interior da França, traça um paralelo

com o encontro solitário comigo mesmo.

Meu tempo, meu espaço, minhas dúvidas, minhas decisões.

Estive à deriva. Agora estou novamente sobre trilhos.

Anúncios